Os servidores que trabalham na Câmara Municipal de Curitiba poderão aderir aos planos de previdência complementar da CuritibaPrev, a Fundação de Previdência Complementar de Prefeitura de Curitiba. A participação dos que trabalham no Legislativo municipal foi aprovada pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), autarquia federal responsável pela supervisão do setor.

A portaria de aprovação foi entregue pelo presidente da CuritibaPrev, José Luiz Costa Taborda Rauen, ao presidente da Câmara, vereador Sabino Picolo, na sexta-feira (22/3). O pedido já havia sido feito à Previc no ano passado, quando o presidente da Casa era o vereador Sergio Balaguer (Serginho do Posto).  

Os atuais servidores, que foram nomeados antes de 26 de setembro de 2017, os vereadores e os cargos comissionados que trabalham na Câmara Municipal ainda não podem aderir ao plano disponível na CuritibaPrev, pois o Plan1 é destinado aos que tomarem posse a partir de 26 de setembro de 2017. Além disso haverá outros planos.

Com a aprovação da Previc para o Legislativo municipal, os servidores que ingressarem na Câmara a partir de agora terão sua adesão feita de forma automática.

Independentemente de adesão à CuritibaPrev, o Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba, o IPMC, continuará sendo responsável pelo pagamento dos benefícios previdenciários aos servidores de Curitiba e seus dependentes, até o teto do Regime Geral de Previdência Social, que atualmente é de R$ 5.839,45.

Fonte: PMC