A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) aprovou, em votação unânime, projeto de lei que concede o título de cidadão honorário ao pastor Adalberto da Silva Derzette, líder da Igreja Gileade Church, que mantém unidades em Curitiba, além de outras cidades do Paraná e projetos missionários em Moçambique. A iniciativa (006.00010.2019), de Ezequias Barros (Patriota), recebeu unanimidade dos votos, na sessão desta segunda-feira (7), e retorna ao plenário amanhã para votação definitiva.

O vereador destacou que o religioso faz um trabalho “digno e relevante”, que tem resgatado muitas pessoas, dando a elas uma nova condição de vida. “Fé e coragem são palavras que movem o coração dele. Sempre determinado, e muitas vezes sem recursos, deu a sua vida em prol de uma missão”, elogiou o parlamentar. “Uma pessoa muito dedicada na fé e perseverante em toda a sua vida”, completou Serginho do Posto (PSDB), que diz acompanhar o trabalho comunitário do homenageado.

Nascido em Santa Maria (RS) e morador de Curitiba há 33 anos, o líder da Gileade é casado com Giovana de Deus Derzette, e tem dois filhos, Pedro e Murilo. Ainda segundo Ezequias Barros, durante o ministério do pastor, muitas promessas foram cumpridas e sonhos realizados: “casamentos, batizados, projetos de missões nas ilhas do litoral, em escolas, casas lares e abrigos, hospitais, e o resultado só poderia ser o de vidas totalmente transformadas”.

Centro Poliesportivo
Os vereadores também aprovaram, em segunda votação, projeto que denomina o Centro de Esportes e Lazer do bairro Xaxim em homenagem ao ex-vereador João Derosso, tradicional liderança do bairro Xaxim, falecido em 2017 aos 89 anos de idade. Junto ao texto foi acatada uma emenda, que acrescenta a palavra “vereador” antes do nome do homenageado. Relembre aqui como foi o debate antes da primeira votação.

Já a proposta de lei de Sabino Picolo (DEM), que declara utilidade pública à Agência de Desenvolvimento Turístico da Região Rotas do Pinhão - Curitiba e Região Metropolitana (014.00033.2019), teve sua votação adiada por três sessões e retorna à pauta no dia 14 de outubro.

Fonte: CMC.

Plenario_1_ROD_2070.JPG