mulheres.jpeg

Na noite desta quinta-feira (24), a Câmara de Vereadores realizou uma sessão solene para homenagear 18 mulheres empreendedoras da cidade. O prêmio é destinado àquelas que se destacaram em 2017 nas atividades à frente de empresas, cooperativas, clubes de trocas e associações nas áreas da indústria, artesanato, comércio e serviços.

O presidente do Legislativo, Serginho do Posto (PSDB), citou que as mulheres são maioria da população da cidade. “É uma noite muito especial pelo público e pelo prêmio.” Ele agradeceu a todas “pelo empreendedorismo, pela luta e pela força que ajuda a construir o país”. Destacou ainda que no atual momento político “esta casa passa por mudanças”. Citou algumas, como a economia para devolver à prefeitura valores que servirão para atender demandas da capital. “Também renovamos o Regimento Interno, deixando as sessões com voto direto, transparente e aberto. Não temos mais voto fechado para qualquer lei que seja votada.”

A vereadora Julieta Reis (DEM) discursou em nome dos parlamentares às homenageadas. “Sucesso que significa realização pessoal, mas também a capacidade criativa, seja na arte culinária, nas organizações de festas, comércio, farmácia, flores, design.” A parlamentar abordou a luta para se destacar em meio ao preconceito, além dos diferenciais femininos como a “sensibilidade e a inteligência emocional”. Disse ainda que hoje, no Brasil, “50% dos pequenos negócios são geridos por mulheres”, e lembrou de empresas que começaram no fundo do quintal, e que cresceram e se destacaram na cidade. “Vocês são vencedoras.”

Em nome das empreendedoras, Ana Querino, do ramo de confeitaria, agradeceu o reconhecimento. “É muito importante pra nós este momento.” Vera Bacchi Prestes, que é coordenadora do núcleo da cooperativa Sicredi e vice-presidente da ong Maria Marias, também fez uma saudação. Ela lembrou dos diversos desafios enfrentados no dia a dia que vão além da missão como trabalhadoras, como cuidar da família e da casa. “Com determinação é que as coisas acontecem. Só se aprende com experiência.”

Todos os nomes foram indicados pelos vereadores, tiveram sua trajetória analisada pela Comissão de Educação, Cultura e Turismo e foram aprovadas pelo plenário do Legislativo. As homenageadas, além de Ana Querino (indicada pelo vereador Dr. Wolmir Aguiar, do PSC), e Vera Bacchi Prestes (indicada por Maria Leticia Fagundes, PV), foram Cristiane Ferreira Kilter Lira (indicada por Noemia Rocha, PMDB), Cristina Aparecida Lemes Molena (indicada por  Zezinho Sabará, PDT), Cristina Mesquita (indicada por Mauro Ignácio, PSB), Soeli Rak Roberto (indicada por  Marcos Vieira, PDT), Monica Balestieri Berlitz (indicada por Professor Euler, PSD), Sandra Rodrigues Cabral (indicada por Beto Moraes, PSDB), Gisele Carrão (indicada por Julieta Reis, DEM), Tereza Cristina Gabriel (indicada por Pier Petruzziello, PTB), Ednize Hennemann (indicada por Ezequias Barros, PRP), Gema Seride Tulio Maestrelli (indicada por Maria Manfron, PP), Silvana Dominguez Piragine (indicada por Thiago Ferro, PSDB), Schirlei de Fatima Trindade Bossini (indicada por Tito Zeglin, PDT), Neusa Donassan (indicada por Felipe Braga Côrtes, PSD), Dora Lúcia de Souza (indicada por Professor Silberto, PMDB), Zenite de Lima Peres (indicada por Toninho da Farmácia, PDT) e Zoeli Leal (indicada por Oscalino do Povo, Pode).


O Quarteto de Música de Saxofone da Polícia Militar do Paraná tocou durante a solenidade. Também compareceram a procuradora de Justiça Mônica Louise de Azevedo (representando o procurador geral de Justiça do Ministério Público do Paraná, Ivonei Sfoggia), a vice-presidente da Associação Comercial do Paraná, Maria Cristina Coutinho, a presidente da Academia de Cultura de Curitiba, Maria Inês Perin Borges da Silveira e a presidente da Associação Literária da Lapa, Valéria Borges da Silveira.

Fonte: CMC