Falta de remédios
O vereador Toninho da Farmácia (PDT) cobrou em plenário que a Prefeitura de Curitiba divulgue a relação de remédios distribuídos às rede municipal de saúde. “Recebi uma mensagem através da página social”, relatou o parlamentar, “a moradora reclamou de ter sido maltratada no atendimento da unidade da Vila Verde e que lá só tem dois remédios, paracetamol e histamin”. “Se foram comprados 116 tipos de remédios, quantos foram fornecidos às unidades? Vamos levantar a situação”, completou. Tito Zeglin (PDT) pediu a convocação da secretária municipal da Saúde, Marcia Huçulak, para falar sobre a situação, e o presidente da Câmara, Serginho do Posto (PSDB), pediu que ele protocole o requerimento.


Maria da Penha II
“Em 11 anos da Lei Maria da Penha, foram 6 milhões de denúncias, mas sabemos que isso é só 10% da realidade”, explicou Goretti, “e isso acontece porque temos medo, dependência financeira e a sociedade nos enxerga como um pedaço de saias, como uma costela. Nascemos culpadas e essa história se perpetua”. Ela pediu mais tempo para abordar o assunto, em outra oportunidade, para discutir a capacitação das redes de proteção. O presidente da Câmara, Serginho do Posto (PSDB), respondeu que o Legislativo a convidará novamente.
 

Fonte: CMC