Câmara de Curitiba homenageou 17 servidores públicos nesta quarta

Na noite desta quarta-feira (22), a Câmara Municipal de Curitiba fez a entrega do prêmio Servidor Público Padrão para 17 pessoas, indicadas pelos vereadores no ano de 2017. O Legislativo presta essa homenagem há 14 anos, desde a instituição da lei municipal 10.680/2003, destacando servidores e empregados públicos, ativos ou inativos, que tenham se destacado por seu trabalho. O presidente da Câmara, Serginho do Posto (PSDB), dirigiu o evento, realizado no Palácio Rio Branco (096.00001.2017).

O vereador Mauro Ignacio (PSB), que é servidor público estadual há 35 anos, fez a saudação aos homenageados. "Não se constrói uma nação organizada, que atenda os anseios e demandas da população de forma digna, sem servidores públicos comprometidos e compromissados", disse ele. “Nossos homenageados representam 32 mil servidores públicos, 190 servidores da Câmara Municipal e 16 mil aposentados. A cidade tem nos seus servidores públicos sua maior engrenagem", acrescentou.

Simone da Graça das Chagas Lima agradeceu em nome de todos os homenageados. Ela iniciou sua fala destacando o quanto é precioso ser lembrado como servidor público que possui um diferencial. "Seria por termos escolhido sermos servidores públicos? Simples assim? Ou seria por atendermos o cidadão [o nosso cliente] com responsabilidade, com respeito, com dignidade, com benevolência, com bom humor, com cuidado e por que não dizer, com carinho?", perguntou. Ela destacou que se os homenageados não tivessem trabalhado com colegas movidos pelas mesmas motivações, não estariam recebendo a homenagem. "Sozinhos não construímos nada", ponderou.

"Nem tudo foram rosas", prosseguiu Simone Lima, “houve percalços, por vezes com a comunidade, por vezes com colegas, por vezes com os gestores. Essas barreiras não foram impedimento para que desempenhássemos nossas atividades com honestidade, eficiência e comprometimento com o serviço público". Ela concluiu com uma frase da poeta negra Maya Angelou, falecida nos EUA em 2014: "aprendi que as pessoas vão esquecer o que você disse, esquecer o que você fez, mas elas nunca vão esquecer o que você as fez sentir".

Confira todas as fotos da solenidade no Flickr

Currículos
Ana Márcia Souza de Matos Gonzalez, indicada por Tito Zeglin (PDT): arquiteta e urbanista com especialização em Administração Municipal e Gestão Sustentável das Cidades, trabalhou na iniciativa privada até 1993, quando ingressou na Prefeitura de Curitiba, e desde então tem atuado na Secretaria de Urbanismo. É membro do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural e Presidente da CAPC – Comissão de Avaliação do Patrimônio Cultural.

Anderson Linckold Friedrich Coelho, por iniciativa de Tico Kuzma (Pros): tecnólogo em Gestão Financeira, é servidor da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). Atuou em diversas áreas da empresa e hoje é responsável pela Gestão de Manutenção da Região Sul de Curitiba, setor responsável por atender mais de um milhão de pessoas.

Antônio Carlos Walter, via Bruno Pessuti (PSD): professor de karatê, foi soldado da Polícia Militar do Paraná, integrou a equipe da 2ª Companhia de Polícia de Choque e Operações Especiais (COE). Posteriormente ingressou na Casa Militar do Governo do Estado do Paraná.

Carlos Barbosa Júnior, por Goura (PDT): servidor de carreira da Câmara Municipal de Curitiba, é licenciado em Letras e pós-graduado em Literatura Brasileira e História Nacional. Participou da implementação da Escola do Legislativo, onde ministrou diversos cursos. É membro do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural e poeta, atividade pela qual já foi premiado.

Cinthya Catherine Martins Carvalho, por Pier Petruzziello (PTB): graduada em Odontologia e em Magistério Superior, é profissional de carreira da Secretaria Municipal de Educação. Atuou em vários CEIs (Centros de Educação Infantil) e CMEIs (Centros Municipais de Educação Infantil), deixando a odontologia para dedicar-se à educação. Tornou-se referência nacional nos projetos que desenvolveu e levou o Núcleo Regional de Educação do Boqueirão a tornar-se modelo nacional em relação ao Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).

Guilherme Leão Thimoteo, indicado por Dona Lourdes (PSB): bacharel em Ciências Econômicas, é servidor da Prefeitura de Curitiba, designado para prestar serviços na Administração Regional do Portão, como coordenador técnico da unidade. É responsável pelo Programa Semeador, pela Defesa Civil e pelas demandas da Central 156 na Regional.

Henrique Ribeiro, por Noemia Rocha (PMDB): com uma relevante carreira militar, é major do Quadro Especial de Oficiais Policiais Militares. Formado em Gestão Pública, atualmente é Chefe da Seção de Direitos da Diretoria de Pessoal da Polícia Militar do Paraná, coordenador de Recursos Humanos e adjunto da secretaria executiva da Associação da Vila Militar.

Jussimara Campelo, por Toninho da Farmácia (PDT): graduada em Arquitetura e Urbanismo, possui especialização em Cultura da Cidade, Educação, Meio Ambiente e em Gestão de Cidades. Ingressou na Secretaria Municipal de Urbanismo em 1964, onde atualmente é membro do Conselho Municipal de Urbanismo. Fez parte da Comissão de Avaliação do Patrimônio Cultural e da Câmara Técnica do Meio Ambiente. É palestrante e ministra cursos sobre Legislação de Construção.

Ligiane Marcelino Weirich, por Cristiano Santos (PV): mestre em Educação e Ciências, especialista em Educação Ambiental, é diretora do CMEI Ruth Cardoso na Vila Icaraí. Destaca-se na comunidade por sua competência e paixão com as quais desenvolve suas atividades como servidora pública, diretora, líder comunitária e pela luta em prol das famílias.

Lucineia Modesto Gazola, por Felipe Braga Côrtes (PSD): dedicada à Educação Especial desde 1995, é servidora pública estadual desde 2004. Formada em Artes Visuais, com pós-graduação em Fundamentos do Ensino da Arte e Educação Especial, atua como professora de Arte na Escola Especializada Primavera.

Marcos André da Luz, por Zezinho Sabará (PDT): licenciado em Educação Física, com especialização em Saúde Coletiva e Saúde da Família, ingressou na Prefeitura de Curitiba como orientador em Esporte e Lazer. Em 2009, através de processo seletivo passou a atuar na Secretaria Municipal de Saúde e atualmente é Coordenador e Autoridade Sanitária da Unidade de Saúde Cândido Portinari na região da Cidade Industrial de Curitiba.

Marise Lima Peron, por Professor Silberto (PMDB): cursou Magistério e Pedagogia, especializando-se em Educação Especial e Inclusiva. Dos seus 31 anos de profissão, 23 anos foram dedicados ao Município de Curitiba e, destes, 19 anos à Escola Municipal Madre Teresa de Calcutá, onde é diretora, valorizando o trabalho em equipe e desenvolvendo projetos na área da Educação.

Marli Teixeira Leite, por Julieta Reis (DEM): graduada em Educação Física, possui especialização em Administração e Marketing Esportivo e em Administração e Políticas Públicas. Chefe de núcleo da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer na Regional Cajuru, atua no desenvolvimento de planos, projetos comunitários e programas voltados à área de esporte, lazer e qualidade de vida.

Mauro Cézar Kugler, por Ezequias Barros (PRP): engenheiro Civil, é servidor público municipal desde 1995, quando ingressou na Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab). Fez parte do quadro da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) e retornou à Cohab em 2003. Tendo passado por diversas gerências e desenvolvidos inúmeros projetos, neste ano assumiu como Diretor Técnico da Cohab.

Simone da Graça das Chagas Lima, por Mauro Ignácio (PSB): graduada em Educação Física e pós-graduada em Treinamento Desportivo, ingressou no quadro funcional da Prefeitura de Curitiba em 1998. Desde então presta serviços à população tendo atuado na Secretaria Municipal de Esporte e Lazer e na Secretaria Municipal de Saúde. Atualmente ocupa o cargo de Administradora Regional de Santa Felicidade.

Tânia Maria Acco, indicada por Professor Euler (PSD): atual diretora do Colégio Estadual de Paraná, foi a primeira diretora eleita após 46 anos de indicações do Executivo, com 70% dos votos. Tem formação em Letras e especialização em Linguística Aplicada ao Ensino da Língua. Completa 20 anos de carreira neste ano, coordenando em torno de 7.000 alunos diariamente. Seu relevante trabalho é reconhecido e valorizado por toda a comunidade do mais tradicional colégio do Estado.

Indicada pelo vereador Dr. Wolmir Aguiar (PSC), Roseli Marinho Rodrigues não pode comparecer ao evento, mas compõe a lista de servidores homenageados pela Câmara. Nascida em 1946, aos 19 anos de idade ingressou na Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, órgão no qual trabalhou por décadas e que é o responsável, no Paraná, pelas políticas públicas voltadas ao setor agropecuário.

Compareceram ao evento os vereadores Tito Zeglin (PDT), Dona Lourdes (PSB), Pier Petruzziello (PTB), Professor Silberto (PMDB), Professor Euler (PSD), Goura (PDT), Felipe Braga Côrtes (PSD), Zezinho Sabará (PDT), Ezequias Barros (PRP), Noemia Rocha (PMDB), Cristiano Santos (PV), Toninho da Farmácia (PDT), Julieta Reis (DEM), Mauro Ignacio, Tico Kuzma (Pros) e Bruno Pessuti (PSD). Compuseram a mesa o magistrado Luiz Taro Oyama, do Tribunal de Justiça do Paraná, e o coronel Antonio Zanatta Neto, representando o comandante da Polícia Militar do Estado do Paraná, coronel Maurício Tortato.

Também compareceram à cerimônia: Silverson Charles de Oliveira, representando o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche; Hideto Yoshioka Júnior, representando o secretário municipal de Recursos Humanos, Heraldo Alves das Neves; coronel Aparecida de Oliveira, diretora da Associação da Vila Militar; Adilson Lombardo, representando o secretário municipal da Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel; Washington Alves da Rosa, presidente da Associação da Vila Militar; Marcelo Hagebock Guimarães e Antonio Eduardo Branco, do Conselho Regional de Educação Física da 9ª Região; capitão Alexis Iverson Martins, representando o comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Fabio Mariano de Oliveira; e Joaquim Macedo, superintendente de Urbanismo, representando o secretário municipal de Urbanismo, Julio Mazza de Souza.

Fonte: CMC

Câmara participa de diplomação de vereadores mirins no TRE

“Desde cedo temos que ter consciência política e consciência do voto”, destacou a estudante Ana Letícia Alves, do Colégio Estadual Júlia Wanderley, eleita vereadora mirim com outras 37 crianças e jovens de escolas estaduais. Na tarde desta quarta-feira (22), eles receberam a diplomação no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR). A atividade faz parte do projeto Parlamento Jovem, do TRE em parceria com a Câmara Municipal de Curitiba. O Legislativo vai, a partir de agora, dar continuidade na orientação dos novos vereadores, que ao final do ano de 2018 devem apresentar um projeto de lei que será protocolado oficialmente. Os parlamentares que compõem a Mesa da Câmara, Serginho do Posto (PSDB), presidente, Bruno Pessuti (PSD), primeiro-secretário, e Mauro Ignácio (PSB), segundo-secretário, compareceram ao evento.

“Sabe-se da crise política pela qual passa o país hoje. Por isso é importante a participação dos jovens e o aprendizado sobre o que é democracia”, ressaltou o vice-presidente do TRE, desembargador Luiz Taro Oyama. “A Justiça Eleitoral foi idealizada na Revolução de 1930, justamente para acabar com o coronelismo, a compra de votos, onde os mais fortes dominavam seus funcionários, a comunidade, a localidade e faziam com que votassem em determinadas pessoas”, lembrou o desembargador, para alertar que, “passados 85 anos os processos que mais julgamos se referem a crimes eleitorais e corrupção eleitoral”.

Serginho do Posto elogiou a iniciativa do tribunal e dos professores da Secretaria Estadual de Educação envolvidos e disse que a consciência política precisa ser formada nos jovens. “É uma forma de criar uma consciência cidadã e política. Temos que superar o atual momento de crise política através da democracia”.

“Uma ação como essa faz a diferença na vida do nosso aluno”, disse Merina Terezinha Juliano, da Secretaria Estadual de Educação, que também elogiou o empenho dos professores. Para ela, ações como essa “ampliam o horizonte e a reflexão sobre o contexto da educação e da cidadania”.

Os novos políticos dizem que a experiência está sendo interessante. “Para abrir nossos olhos sobre a política. Mostrou o que na verdade é a política, o que é democracia e cidadania. Eu espero do projeto que a gente ainda possa cumprir as nossas promessas, isso foi uma outra coisa que o projeto nos ensinou: a cumprir com nossa palavra e o valor da palavra”, explicou a estudante Julia Cornielsi, do Colégio Estadual Ernani Vidal. “Aprendi que o voto não é brincadeira. Que o povo possa ver que pode mudar o Brasil mudando os políticos ou representando o Brasil”, acrescentou Carlos Eduardo Castelo, da mesma escola.

O Parlamento Jovem
As eleições foram feitas com o uso das urnas eletrônicas, no dia 3 de outubro. Em Curitiba, participaram seis colégios estaduais e em todo o Paraná foram 46, envolvendo aproximadamente 12 mil alunos. “Em cada escola eles escolheram os partidos que participariam, fizeram a filiação ao partido, depois fizeram uma convenção partidária, então os dirigentes desses partidos se reuniram para escolher quem seria o candidato e no dia da eleição os candidatos de cada escola é que receberam os votos dos demais alunos”, explicou a coordenadora do Parlamento Jovem, Juliana Paula Zigovski.

Segundo ela, o projeto é contínuo e em 2018 outras crianças e jovens participarão. Os atuais vereadores mirins também continuam o trabalho, agora na Câmara Municipal. “No ano que vem, a ideia é que esses alunos eleitos fiquem na Câmara Municipal acompanhando de perto a atuação dos vereadores. Vão entender no decorrer do ano o funcionamento, as competências dos vereadores, para que possam elaborar um projeto de lei. Participarão de alguma sessão plenária e a ideia é que, ao final de 2018, apresentem uma proposta pra Câmara”, complementou. Os novos vereadores tomam posse na primeira quinzena de dezembro, no plenário da Câmara.

Também estiveram presentes na diplomação o diretor-geral em exercício do TRE, Sérgio Ritzmann, o vereador Geovane Fernandes (PTB) e o diretor-geral da Câmara, Nilton Cordoni Junior.

Fonte: CMC

"As chibatas continuam", lamenta presidente do Conselho Étnico-Racial

dsg.jpeg

O presidente do Conselho Municipal de Política Étnico-Racial (Comper), Denilto Laurindo, foi recebido na sessão desta quarta-feira (22) para falar sobre o Dia da Consciência Negra, que ocorreu na última segunda-feira (20). Ele destacou que a data de hoje também é significativa, devido à Revolta da Chibata, deflagrada em 22 de novembro de 1810 e liderada pelo marinheiro João Cândido, conhecido como Almirante Negro. “A Marinha brasileira usava como castigo chibatas aos marujos. Eles se rebelaram, tomaram o [navio] Minas Gerais e para que cessassem as chibatadas ameaçaram bombardear o Rio de Janeiro”, explicou. “Não podemos esquecer desse fato histórico porque as chibatas continuam. As da Marinha pararam, mas as chibatas estão sofisticadas hoje. Permitem que um jovem negro morra por conta de sua pele”, continuou.

A violência, disse Laurindo, “está dentro da estrutura da memória”. Ele lembrou da Guerra do Contestado, travada entre 1912 e 1916 na fronteira entre o Paraná e Santa Catarina, “onde quilombolas, sertanejos e pobres foram expostos a um massacre de armas bélicas do governo federal. Pela primeira vez o Exército usou um ataque aéreo para matar negros”. Em Curitiba, defendeu o presidente do Comper, os ataques “para a criminalização da população negra” persistem. “Quem mais morre são os jovens negros”, apontou. Ele alertou à intolerância religiosa, a agressões por grupos de skinheads e ao preconceito que se reflete em jovens barrados na entrada de shoppings.

“Na sexta passada um colega nosso teve a cabeça esfacelada por um taco de beisebol [de acordo com ele, por um skinhead], mas não vai aparecer nos jornais. Venho a esta Casa não pedir, mas implorar. Não é implorar um assistencialismo, porque somos a classe C operante desta cidade, nós que conseguimos manter os shoppings. No entanto o conselho entrou com queixa-crime contra dois shoppings que impediram jovens”, declarou. “Não sabemos os critérios. Temos que coibir essa prática inconstitucional.” Ele citou um caso de aluno seu (Laurindo é professor de Filosofia da rede estadual) que comprou um tênis, o produto não serviu, o jovem voltou para trocar e foi barrado.

Ele disse que a população negra não quer assistencialismo, e sim igualdade. Para o convidado, o Conselho Municipal de Política Étnico-Racial pode auxiliar os vereadores na construção de políticas públicas e de um plano de igualdade racial. Ele sugeriu o retorno da Ouvidoria de Curitiba e da tarifa de ônibus mais barata aos domingos (domingos); que a praça Zumbi dos Palmares, no Pinheirinho, “seja também um portal de turismo”; uma melhor distribuição dos recursos às entidades sem fins lucrativos que trabalham nessa área; e o debate das cotas no serviço público.

Feriado municipal
Na segunda-feira (20), durante a sessão, os vereadores receberam o coordenador municipal de igualdade racial, Adegmar José da Silva, conhecido como Candieiro, que alertou ao “genocídio da juventude negra” e lamentou a decisão judicial que suspendeu o feriado municipal alusivo ao Dia da Consciência Negra, após questionamento da Associação Comercial do Paraná (ACP) e Sindicato da Indústria da Construção Civil no Paraná (Sinduscon-PR). O vereador Mestre Pop (PSC) também falou sobre o assunto: “Não é para fazer festa, bater tambores, soltar foguetes. Seria um dia para reflexões, para relembrar todo o passado histórico do negro, de sua vinda a nosso país, das chicotadas nas costas” (leia mais).

Na mesma linha, Laurindo afirmou que a data “não é feriado de passear no shopping, é o feriado da memória, de uma criança que tem que chegar na escola e se defender, ao invés de estudar”. “O feriado é a manutenção da brasilidade. Traz em seu bojo o princípio da igualdade”, continuou.  Por isso sua manutenção”.

O presidente da Câmara, Serginho do Posto (PSDB), registrou que a lei havia sido aprovada com unanimidade, em 2012, e que “infelizmente foi questionada judicialmente e a Corte Suprema [Supremo Tribunal Federal] entendeu a inconstitucionalidade. Lamentável”. Presidente da Comissão de Direitos Humanos, Defesa da Cidadania e Segurança Pública, Rogerio Campos (PSC) sugeriu uma Tribuna Livre para que o presidente do Comper amplie o debate.

Fonte: CMC

Tribuna Livre: Curitiba tem robô salvando vidas dentro de hospitais

imag846.jpeg

Depois que o robô Laura foi implantado no Hospital Nossa Senhora das Graças, em Curitiba, no ano de 2016, o tempo de reação da equipe médica, entre o diagnóstico do problema de saúde do paciente e a administração de antibióticos, caiu de 13 horas para 2 horas e 58 minutos. A tecnologia, desenvolvida por curitibanos, foi apresentada aos vereadores nesta quarta-feira (22), numa Tribuna Livre organizada por Bruno Pessuti (PSD) e Colpani (PSB). “Curitiba tem o primeiro robô cognitivo gerenciador de riscos do mundo”, afirmou Jacson Fresssato, idealizador do projeto e coordenador da equipe técnica responsável.

“Jac” Fressato, como é conhecido, destacou a coragem inovadora das freiras do Hospital N. S. das Graças, pela disposição em serem a primeira unidade de saúde a receber o robô. Hoje, em Curitiba, os hospitais Pequeno Príncipe e Erasto Gaertner já usam a tecnologia, que também será adotada na rede municipal de saúde para ajudar na redução da mortalidade materna. O robô se chama Laura em homenagem à filha de Fressato, falecida de sepse em 2010, após 18 dias de vida. A infecção generalizada (sepse) é a causa de 25% dos leitos de UTI no Brasil e mata em 65% dos casos, alerta o Instituto Latinoamericano da Sepse.

“A morte não pode ser resolvida, ela faz parte da nossa vida. Entender e respeitar isso é importante. Mas tudo que vem antes da morte são problemas que podemos resolver”, justificou Fressato. “Se [o uso do robô Laura] reduzir em 5% os casos de sepse apenas nos hospitais filantrópicos do Brasil, o saving [economia de recursos] será de R$ 22 bilhões por ano aos cofres públicos”, estimou o empreendedor. Ele dirige um time com 11 pessoas que administra os vários softwares que, interligados, e conectados às bases de dados dos hospitais, podem checar praticamente em tempo real os dados vitais coletados pela equipe médica.

“A Laura não é um robô físico, está implantada em servidores da IBM, em vários locais do mundo e, quando retorna com dados dos hospitais, devolve alarmes [às equipes médicas] em relação a cada paciente. É uma inteligência artificial treinada por médicos especialistas com capacidade para processar as informações em 3,8 segundos. O resultado depende da estrutura do hospital, mas onde ela foi implantada houve mudança nas rotinas, que aumentaram a velocidade com que novas informações são coletadas [e atualizadas nos prontuários]”, relatou Jac Fressato. A iniciativa foi muito bem recepcionada pelos vereadores, que se emocionaram com a história de vida dele e com o impacto positivo da tecnologia nos hospitais.

“É uma história que deve inspirar cada vez mais pessoas”, elogiou Bruno Pessuti, autor do convite para que Fressato apresentasse o robô Laura na Câmara Municipal. Para isso, ele obteve o apoio de Colpani, que dividiu com o vereador o uso da Tribuna Livre. “Eu já tinha ouvido falar, mas não imaginava o impacto da Laura”, disse Colpani, que, como outros parlamentares, descreveu os estudantes de Tecnologia da Informação e outros profissionais da equipe de Fressato como “heróis”. “Fala ao coração”, somou Serginho do Posto (PSDB), presidente da Câmara. Felipe Braga Côrtes (PSD), Noemia Rocha (PMDB), Maria Leticia Fagundes (PV), Tico Kuzma (Pros), Pier Petruzziello (PTB), Maria Manfron (PP), Professor Euler (PSD), Tito Zeglin (PDT), Julieta Reis (DEM) e Mauro Bobato (Pode) também elogiaram a tecnologia.

Fressato pediu o apoio dos vereadores na divulgação do robô Laura, defendendo que é o que o projeto mais precisa no momento. “A notoriedade vai sustentar uma cadeia de valor importante”, justificou, frisando que a tecnologia pode reinserir Curitiba no cenário internacional da inovação. “Estamos usando inteligência artificial para salvar vidas!”, destacou. Ele contou que, dos 42% profissionais de “machine learning” (área da computação dedicada às inteligências artificiais) baseados em Londres são brasileiros e, desses, 60% são curitibanos. “[Londres] está levando um título que poderia ser nosso se conseguíssemos repatriar [esses profissionais]. Basta dar motivos”, afirmou.

Fonte: CMC

Sessão Plenária

24709522068_a720d68840_o.jpg

Votos de congratulações


Tito Zeglin (PDT) pediu a assinatura de todos os vereadores aos votos de congratulações e aplausos ao Sindicato dos Representantes Comerciais (Sirecom) pelos 75 anos de fundação. O requerimento foi aprovado na sessão desta desta quarta-feira (22) e o presidente da Casa, Serginho do Posto (PSDB), comentou que o autor da proposição “fez parte desse sindicato por muitos anos”.

Fonte: CMC

20/11/2017 - Notas da Sessão Plenária

Votos de congratulações
Tito Zeglin (PDT) e o presidente da Casa, Serginho do Posto (PSDB), entregaram votos de congratulações e aplausos à Planepar - Organização de Planejamento Técnico-Econômico, por seus 50 anos de atividades (077.00293.2017). O diploma foi recebido pelo cônsul-geral do Senegal para o Paraná e Santa Catarina, Ozeil Moura dos Santos.


Pesar
O plenário realizou um minuto de silêncio em respeito ao falecimento do advogado Flavio Andrade França, aos 30 anos de idade, que foi assassinado em assalto ocorrido na última sexta-feira (17), no bairro Xaxim . O pedido foi feito pelo presidente da Câmara Municipal, Serginho do Posto (PSDB). O vereador lembrou que França é filho da servidora da Câmara, Sonia Cristina de Souza Andrade França, e desejou que “Deus dê forças para a família neste momento tão difícil”. Noemia Rocha (PMDB) lembrou do falecimento de seu primo Cláudio Rocha, aos 54 anos, que sofreu infarto fulminante.

Fonte: CMC

Reconhecido pela Câmara recordista de Wheeling Bike

Na sessão plenária desta terça-feira (14), os vereadores de Curitiba aprovaram o requerimento de votos de congratulações e aplausos a Márcio Leandro Gay (Leandro Sekko) pela quebra do recorde mundial na modalidade Wheeling Bike (manobras de  bicicleta sobre só uma roda). Sekko permaneceu pedalando sobre apenas uma roda por 12 horas, 1 minuto e 6 segundos ininterruptos. O requerimento (077.00465.2017) teve a autoria de vários vereadores por iniciativa de Tico Kuzma (Pros), que saudou o homenageado. “O desafio foi acompanhado por representantes do Ranking Brasil e o recorde já está homologado”, disse o parlamentar.

De acordo com Kuzma, citando Sekko, "O sentimento final foi de alívio, de missão cumprida. O pior momento foi o início, as quatro primeiras horas. Olhava no cronômetro e o tempo não passava. Pensava que tivesse passado meia hora e eram só 10 minutos. A questão do tempo foi muito sofrida". Foram três meses de preparação e dieta especial com o apoio do médico Waldir Altmann Júnior, da nutricionista Márcia Kuritza, do enfermeiro Maurício Ramos e do hipnoterapeuta Edson Borgezan. Para Sekko, o momento mais difícil foi a quarta hora. "Foi o momento de mais fraqueza, dores e cãibra. O que me fez não parar foi o apoio médico e nutricional que tive nessa hora. Sem contar o apoio psicológico do hipnoterapeuta, que me motivava e não deixava desistir”, explicou o atleta.

Sekko apresentou-se profissionalmente durante 17 anos na equipe "Pro Tork Arte & Domínio". Já realizou 900 shows em 13 estados do Brasil além de ter se apresentado também na Argentina e na Bolívia. “Em 2008”, disse Kuzma, “Sekko superou seu primeiro desafio, tornando-se recordista brasileiro empinando uma bicicleta, por ininterruptas oito horas. Foi então, que em 2010, conquistou seu recorde mundial e atual de 11 horas,12 minutos e 4 segundos, com quatro paradas de 5 minutos cada”. Kuzma passou as gravações de congratulações a Sekko feitas pelo prefeito Rafael Greca e pelo vice, Eduardo Pimentel. Para Greca, Sekko é um “exemplo de tenacidade”. Kuzma também destacou a cessão do Ginásio do Tarumã pelo governo do estado para a realização do evento.

Professor Euler (PSD) parabenizou Sekko. “O desgaste físico foi gigantesco, mas ele provou que era possível”, disse o vereador. Goura (PDT) ressaltou os estímulos à bicicleta enquanto esporte. “Seja pela implantação da quadra de BMX, sejas pela recuperação do velódromo e também das modalidades acrobáticas. Curitiba é um celeiro de talentos e é importante que valorizemos isso junto às políticas de mobilidade”. Para Cristiano Santos (PV), Sekko é um exemplo para todos os curitibanos. “Bater o próprio recorde é algo digno de reconhecimento”. “Parabéns, você é certamente um grande esportista”, disse Maria Manfron (PP).

Fonte: CMC

Mudanças na eleição dos diretores de escolas segue para sanção

Em segunda votação unânime, com 29 votos favoráveis, a Câmara de Curitiba aprovou, nesta terça-feira (14), o projeto do Executivo que altera a lei 14.528/2014, referente à eleição dos diretores e vice-diretores das escolas municipais. A principal mudança é para que todos os estabelecimentos tenham o vice-diretor, cargo que hoje só existe nos equipamentos com mais de 300 alunos (005.00348.2017). A proposição agora depende da sanção do prefeito. Depois disso, o pleito poderá ser convocado. O processo deste ano, conforme emenda aprovada nessa segunda-feira (13), terá prazos excepcionais, mais curtos que o normal, para garantir sua realização ainda em 2017.

Além da ampliação do número de vice-diretores, o projeto desobriga a realização das eleições no mês de novembro. A Comissão Eleitoral, atualmente com 13 membros, terá 19, com a ampliação das vagas da Secretaria Municipal da Educação, do sindicato dos servidores do magistério (Sismmac) e dos representantes dos pais. Dentre outros pontos, o texto também atribui exclusivamente ao diretor ou ao vice a responsabilidade de gestão da escola à noite, nos casos em que há aulas nesse período.

Nesta terça, nenhum vereador discutiu o projeto. Apenas a Professora Josete (PT) justificou o voto. Ela lamentou a derrubada, nessa segunda, das quatro emendas assinadas por diversos vereadores e protocoladas por seu gabinete, e disse esperar que os debates retornem à pauta em futuras revisões da lei. “Uma das emendas rejeitadas dizia respeito à eleição também para os CMEIs. Não existe um argumento para que você tenha esse processo democrático nas escolas e não nos Centros Municipais de Educação Infantil”, afirmou. “Não concordo com o argumento que a pessoa [professor com duas matrículas, lotado em uma escola] em dois padrões, dois descontos, tem que votar duas vezes. Se a família tem direito a um voto, o professor com dois padrões é uma única pessoa”, completou.

Outras proposições
O plenário também confirmou, em segundas votações unânimes, a declaração de utilidade pública municipal ao Golden Boys Football Club (014.00012.2017), proposição de Zezinho Sabará (PDT), e os 35 indicados aos prêmios de Mérito Esportivo (088.00001.2017) e de Cultura e Divulgação (090.00001.2017), projetos de decreto legislativo da Comissão de Educação, Cultura e Turismo.

Sabará agradeceu os 27 votos ao seu projeto. O Golden Boys Football Club foi criado em outubro de 2004 para disputar o campeonato Peladão da Tribuna. A ideia é que jovens, ao treinar futebol, fiquem fora das ruas. Em relação aos prêmios, a cerimônia de entrega será na semana de 29 de março de 2018, por ocasião das festividades em comemoração ao aniversário da cidade.

Fonte: CMC

Tribuna Livre: ACP e secretário falam sobre vandalismo

38274053961_95702d2087_o.jpg

A Tribuna Livre desta quarta-feira (8) da Câmara de Curitiba reuniu representantes do poder público, do setor empresarial e da sociedade civil organizada para tratar de dois temas: vandalismo e o resultado das ações executadas durante a Semana do Lixo Zero. A atividade foi proposta pelo vereador Helio Wirbiski (PPS), autor das leis municipais 15.089/2017, que aumentou para até R$ 10 mil a multa à pichação; 14.767/2015, que instituiu a Semana do Lixo Zero no calendário oficial de eventos da cidade; e 15.052/2017, a Semana de Coleta de Resíduos.


Segundo Wirbiski, a pichação traz um prejuízo anual aos cofres públicos de R$ 2 milhões. “Seria a construção de um CMEI com o que é gasto para consertar essas depredações. Parece que a civilização está desaparecendo”, declarou. “Com o aumento da multa, a pichação diminuiu um pouco”, avaliou. Sobre a Semana do Lixo Zero, o vereador destacou ações da ONG Lixo Zero, o Dia do Desafio Ambiental realizado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil no estado do Paraná (Sinduscon-PR) e a coleta de eletrônicos pelo Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado do Paraná (Sescap-PR), entidades presentes na Tribuna Livre.

Primeiro vice-presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Camilo Turmina seria o orador da Tribuna Livre, que depois abriu a palavra a representantes de outras entidades. Assim como o secretário municipal da Defesa Social e de Trânsito, Guilherme Rangel, ele falou sobre o combate ao vandalismo. “Temos hoje uma guerra contra a pichação e também motivos para dizer que ela pode ser vencida. Na nossa comunidade, no nosso país, criamos muitos direitos, não criamos obrigações”, disse Turmina, em referência a declarações do procurador Olympio de Sá Sotto Maior Neto, do Ministério Público do Paraná (MP-PR), a medidas em relação a moradores de rua apontadas como higienistas.

O representante da ACP destacou projeto-piloto da entidade para monitoramento, por meio de parceria entre comerciantes. Ele sugeriu que o contrato da vigilância patrimonial da Câmara não seja restrito aos prédios do Legislativo: “Por que não uma ronda que cuide do entorno. Que cuide dos vizinhos também. É isso que procuramos fazer. Então temos que ter o bom senso de socializar o cuidado”. “Vamos pensar em socializar a segurança nos bairros. Vamos pensar em criar rondas nos bairros. Segurança preventiva deve ser coletiva”, continuou, sobre o tema.

Pichação
Para o combate à pichação, além da mobilização da comunidade, Turmina fez outra proposta. “Será que uma pichação não é uma comunicação?”, raciocinou. De acordo com ele, há comerciantes que não permitem, nos mutirões, a limpeza, com o argumento que o local será vandalizado novamente. O convidado cogitou que a pichação seja considerada, em lei, propaganda irregular e multada pela prefeitura, o que obrigaria a “regularização” dessas situações.

Na avaliação de Rangel, “a multa sem dúvida alguma inibe a prática, o delito, mas para isso precisa ter divulgação. Tem que ser uma campanha educativa [contra a pichação]. Nosso trabalho é difícil incutir bom senso nas pessoas”. Ele falou sobre a Teoria das Janelas Quebradas: “Um prédio pichado passa a impressão de abandono e acaba atraindo pessoas de má índole”.

O secretário da Defesa Social agradeceu à Câmara pelos R$ 2 milhões à Defesa Social, dos R$ 35 milhões que a Casa repassou à Prefeitura de Curitiba, que serão destinados à reforma da Academia da Guarda Municipal e à aquisição de munição e uniformes aos servidores. Ele citou ações da pasta, como o reforço de operações em parques e na região central, e a integração com as polícias Civil e Militar. “Nada mais inteligente que a integração de câmeras”, completou, sobre conceito de “smart cities”, o uso da tecnologia para melhorar a infraestrutura urbana.

Discussão
No debate com os convidados sobre o combate ao vandalismo, os vereadores levantaram diferentes pontos. “A Constituição da República cita 76 vezes a palavra direito e cita 4 a palavra dever. Alguma coisa de errado tem”, declarou Pier Petruzziello (PTB), em referência à fala de Turmina no início da Tribuna Livre. “Aqueles que invadem são aqueles que picham, são aqueles que fazem arruaça lá fora”, continuou. Cacá Pereira (PSDC) respondeu: “Tem que ter deveres sim, mas direitos existem por conta dos canalhas em todos setores da sociedade. O procurador fala com base na legislação”.

“O que se tem muito hoje é direitos, e deveres [são] poucos“, sustentou Colpani (PSB). “Não é só no Centro. A avenida Winston Churchill é campeã de moradia dos sem teto”, observou Tito Zeglin (PDT). Para Turmina, “não resolve” a situação o posicionamento do Ministério Público nem a Fundação de Ação Social (FAS) oferecer abrigo apenas à noite.
 
Osias Moraes (PRB) retomou assunto falado no pequeno expediente, sobre vandalismo no CMEI Vila Camargo, no Cajuru, após obras realizadas por voluntários. O presidente da Casa, Serginho do Posto (PSDB), indicou que a empresa G5, responsável pela segurança desses equipamentos públicos, poderá ser convidada a prestar esclarecimentos à Câmara sobre o serviço. “A gente trabalha muita, só que é terceirizado, não acaba ficando diretamente nas atribuições da Guarda Municipal. O Cajuru é infelizmente o bairro que mais tem sido afetado”, comentou Rangel.

Sabino Picolo (DEM) salientou que só leis não combatem a pichação, e sim a mobilização de toda a sociedade. “Nosso Viaduto Estaiado, um símbolo da cidade de Curitiba, está pichado. É muito feio. Daqui a pouco pintam e esta pichado novamente”, afirmou. Contra os pichadores, Jairo Marcelino (PSD) sugeriu “batidas nos ônibus de madrugada”, em especial os que seguem para a região metropolitana. “Tem que tentar mudar a cultura da população”, pontuou Mauro Bobato (Pode), sobre o vandalismo. Na avaliação de Felipe Braga Côrtes (PSD), é essencial o uso da tecnologia, como por meio das câmeras de segurança. Já Tico Kuzma (Pros) pediu o apoio do secretário para a efetivação do Conselho Municipal de Políticas de Segurança de Curitiba, criado pela lei 14.739/2015, de sua iniciativa.

Fonte: CMC

Destaques na educação e na cultura recebem homenagem da Câmara

A Câmara de Vereadores entregou o Prêmio João Crisóstomo Arns a 20 educadores, na noite desta quarta-feira (08), em sessão solene no Palácio Rio Branco. A honraria, instituída pela lei municipal 8.457/1994, é entregue anualmente a personalidades locais que tenham se destacado nas áreas da educação e da cultura.

O presidente da Câmara, Serginho do Posto (PSDB), agradeceu a presença dos homenageados e ressaltou que os vereadores vêm fazendo um “grande esforço para atender às demandas da sociedade”. Segundo ele, o Legislativo tem trabalhado na contenção de gastos para colaborar com a administração do município. “Devolvemos R$ 35 milhões para o prefeito continuar a manter os serviços em funcionamento. Isso é fruto de economia desta Casa.”

Dr. Wolmir Aguiar  saudou os homenageados em nome de todos os vereadores e lembrou da trajetória de João Crisóstomo Arns, que faleceu em 2002. "Foi formado em Filosofia, Teologia e Letras, teve uma vida dedicada ao ensino e à religião. Era professor de literatura inglesa da Universidade Federal do Paraná e presidiu por vários anos a Associação Franciscana de Ensino Bom Jesus, mantenedora do Grupo Bom Jesus. Acreditava que a educação deveria transpor os limites do ambiente escolar.”

Para Aguiar, o papel dos educadores na sociedade deve ser sempre valorizado, “pois promovem a formação sociocultural dos cidadãos”. “Cultura não se herda somente da família, aprende-se também na escola. É uma herança da sociedade, é o fator principal da formação do cidadão.” Ele reforçou que não se trata de uma “simples menção, mas de uma honraria, em que os senhores foram indicados, escolhidos, passaram pelo crivo de algumas comissões da Casa e pela aprovação do plenário.”

O professor Mauricio Balensiefer, que é mestre em Engenharia Florestal, fez um discurso em nome dos homenageados. “Nos dias de hoje, a educação se torna o maior desafio da sociedade brasileira. Certamente todos vocês são merecedores desta homenagem. Ensino na Universidade Federal do Paraná desde 1992. Já tive a oportunidade de ensinar mais de 3.300 estudantes de Agronomia e Engenharia Florestal.” Ele disse que tem se dedicado ao tema recuperação de áreas degradadas e frisou a importância da “preservação das nossas águas, nossos rios, nossos solos, abrigando adequadamente a nossa fauna, e ainda contribuindo na melhoria do nosso ambiente e nossa qualidade de vida, pois essas áreas não recuperadas podem ser inclusive foco de doença.”

“Ainda temos pessoas, instituições, que valorizam toda a forma de trabalho, de se fazer educação no nosso país”, reconheceu Silvio Cesar Keppen, professor e subtenente da Polícia Militar, que desenvolve atividades nas disciplinas de Filosofia, História e Sociologia. Para ele, o educador tem uma função social.

“Há que se contribuir não só na construção de cidadãos conscientes, como também conduzir pessoas para a concretização dos seus próprios sonhos. Por isso o caráter social. Nenhum educador busca se qualificar pedagogicamente, culturalmente ou tecnicamente para se autoinstruir durante a sua existência, buscamos todas essas características para que possamos ajudar as novas gerações. Ajudar a encontrarem seus próprios caminhos. Ajudamos a lapidar verdadeiros diamantes cheios de sonhos e que necessitam da nossa atenção.”

Estiveram presentes na homenagem os vereadores Zezinho Sabará (PDT), Professor Silberto (PMDB), Professor Euler (PSD), Ezequias Barros (PRP), Tito Zeglin (PDT), Toninho da Farmácia (PDT), Mauro Ignácio (PSB), Bruno Pessuti (PSD), Goura (PDT), Oscalino do Povo (Pode), Noemia Rocha (PMDB), Tico Kuzma (Pros), Pier Petruzziello (PTB), Cristiano Santos (PV) e Felipe Braga Côrtes (PSD). Também a chefe do Núcleo Regional de Educação de Curitiba, Andressa Pereira, o sub-comandante do Colégio da Polícia Militar, Alan Lopes e o reitor da UniCuritiba, Arnaldo Rebelo.

Homenageados
Entre os 20 homenageados estão o professor e ex-senador do Paraná, Wilson de Matos Silva, indicado por Noemia Rocha, e a ex-secretária municipal de Educação, Roberlayne Borges Roballo, que é professora adjunta no Departamento de Planejamento e Administração Escolar da Universidade Federal do Paraná, indicada por Professor Euler (PSD).

Também foram indicados ao prêmio: o professor Maurício Balensiefer, indicado por Bruno Pessutti, Alcides Martinelli, por Ezequias Barros; Altair Cardoso dos Santos, por Dr. Wolmir Aguiar; Ana Paula Pavelski, por Pier Petruzziello; Daniele de França, por Dona Lourdes (PSB); Eduméia Coelho da Silva, por Toninho da Farmácia; Eneida Desiree Salgado, por Marcos Vieira (PDT); Fátima de Quadros Netto, por Oscalino do Povo; Hélio Leites, por Goura; João Antônio Pagliosa, por Paulo Rink (PR); Joel Santos Bandeira, por Professor Silberto; Laura Camilo Mariano Costa, por Mauro Ignácio; Irmã Lucila Cella, por Tito Zeglin; Marivalda do Rocio Martins Capetti, por Tico Kuzma; Irmã Maria Cristina, por Julieta Reis (DEM); Rita de Cassia Pedroso Mendes, por Felipe Braga Côrtes; Sérgio Gonçalves Lima, por Zezinho Sabará; e Sílvio César Keppen, por Cristiano Santos. Confira aqui um breve currículo de todos os homenageados.

Fonte: CMC

Câmara firma convênio com TRE-PR e adere ao Parlamento Jovem

A Câmara de Curitiba aderiu ao programa Parlamento Jovem, coordenado pelo TRE-PR (Tribunal Regional Eleitoral do Paraná) e desenvolvido pela Escola Judiciária do Paraná. O convênio foi assinado nesta quarta-feira (8), pelo presidente do Legislativo, Serginho do Posto (PSDB), e pelo presidente do TRE, desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, em reunião na sala da presidência da Câmara.

Segundo o projeto, alunos de nove colégios estaduais poderão se filiar a partidos “de fantasia”, disputar convenções, ser candidatos e simular, no Legislativo, a votação de projetos. A ideia da criação desses partidos, sem conotação política, é debater temas de interesse da cidade e desenvolver nos estudantes a consciência sobre o processo político.

De acordo com o desembargador Adalberto Xisto Pereira, o convênio, que está sendo estabelecido em diversos municípios do Paraná, tem o objetivo de levar ao conhecimento dos jovens e à população em geral a representatividade do Poder Legislativo “e resgatar a importância do trabalho que os parlamentares executam e do papel do Poder Legislativo”.

Para Serginho do Posto, é importante que a sociedade entenda como acontece o processo político. “Vivemos uma democracia plena, porém o entendimento político passa pelo amadurecimento do jovem, em especial desses que provavelmente irão votar pela primeira vez no ano que vem”, disse. Para o presidente da Casa, conhecer o Legislativo ajuda a sociedade como um todo “em especial a classe jovem, para que ela conheça a atribuição do poder público e tenha um diálogo com o seu representante”, pontuou.

Nesta edição, o programa Parlamento Jovem será realizado com alunos da Escola Estadual Ernani Vidal e dos colégios estaduais Professor Narciso Mendes, Euzébio da Mota, Homero Baptista Barros, Francisco Azevedo Macedo, Júlia Wanderley, Senador Manoel Alencar Guimarães e dos colégios Bagozzi e Madalena Sofia.

Acompanharam a reunião que firmou o convênio os primeiro e segundo secretários da Câmara, vereadores Bruno Pessuti (PSD) Mauro Ignácio (PSB), respectivamente, além do diretor geral da Câmara, Nilton Cordoni.

Fonte: CMC

Obras em Curitiba

7547.jpeg

O presidente da Câmara Municipal, Serginho do Posto (PSDB), elogiou as parcerias de Curitiba e do Paraná com o Ministério das Cidades, que têm propiciado recursos federais para obras importantes. O deputado federal Bruno Araújo, do PSDB, atual ministro da pasta, esteve em Curitiba, numa solenidade no Palácio Iguaçu, sede do governo estadual, para anunciar R$ 123 milhões para diversos projetos na capital.

Fonte: CMC

Dia do Radialista

Julieta Reis (DEM) e Serginho do Posto (PSDB) destacaram a comemoração, nesta terça-feira (7), do Dia do Radialista. Já Colpani (PSB) comentou que “todo bom radialista” comemora a data em 21 de setembro (Dia do Rádio). Segundo ele, uma “canetada do presidente Lula” mudou a homenagem para novembro, sem consultar os profissionais da área. O projeto que deu origem à lei federal 11.327/2006, uma homenagem ao músico e radialista Ary Barroso, falecido em 1964, foi uma iniciativa do deputado Sandes Júnior (PP-GO).

Fonte: CMC

Presidente da Câmara recebe embaixador do Peru

Os vereadores foram convidados para a abertura da “Peru Week 2017”, que ocorrerá nesta segunda-feira (6), às 20 horas, no Museu Oscar Niemeyer, e tem a intenção de mostrar as potencialidades do país ao Brasil. O presidente do Legislativo, Serginho do Posto (PSDB), recebeu nesta tarde a visita do embaixador da República do Peru no Brasil, Vicente Rojas Escalante, para falar do lançamento do evento. Com ele estavam o cônsul honorário daquele país em Curitiba, Luiz Sossella e o cônsul geral em São Paulo, Jorge Arturo Alván, além do diretor de relações internacionais da Fecomércio, Rui Lemes.

O embaixador, que visita não só a Câmara, mas o Palácio Iguaçu, dentre outros locais, afirmou que sua missão é “construir uma relação histórica [do Peru com] no Brasil”. Ele se disse impressionado com os avanços no Paraná, que tem “um mercado exigente, com pessoas acostumadas a serviços de alto padrão”. “É uma gente com muita sensibilidade e também com muita visão. Podem nos ensinar muitas coisas na área da tecnologia e inovação.”

Serginho do Posto explicou que houve um grande investimento do Paraná para receber grandes indústrias. “O Paraná se preparou para essa chegada das grandes indústrias. Sua localização geográfica é estratégica para o Mercosul. Além disso temos o Porto de Paranaguá, que promove grande facilidade de escoamento de produção. O Estado também se tornou competitivo no agronegócio e tem se destacado no modelo de cooperativas.” Serginho defendeu a ideia de que é necessário o fortalecimento da América do Sul, a exemplo do que fazem os europeus, priorizando o turismo e o comércio entre os países vizinhos. “Os governos poderiam fortificar mais isso.”

No final da reunião, Serginho do Posto foi presenteado com “orejeras do Senhor de Sipán”, um sacerdote guerreiro do Peru (séc. II e III) que utilizava o ornamento em cerimônias sagradas e governamentais. A Visita foi acompanhada pelo diretor geral da Câmara, Nilton Cordoni.

Peru Week
Conforme a Agência Estadual de Notícias, o Paraná está sediando desde sexta-feira (03), a Peru Week - Semana Cultural do Peru em Curitiba. O evento, organizado pelo Sistema Fecomércio Sesc Senac PR e o Consulado Geral do Peru de São Paulo conta com workshop de gastronomia, exposição e mostra cinematográfica e palestras que contam a história e cultura sobre o Peru. A programação vai até esta quinta-feira (09), em diversos espaços culturais de Curitiba.

Fonte: CMC

Novembro Azul

imay.jpeg

Novembro Azul
O presidente da Casa, Serginho do Posto (PSDB), anunciou o lançamento, nesta segunda-feira (6), da campanha Novembro Azul. A chefe da divisão de programas de Saúde Ocupacional da Câmara, Liege da Fonseca Rocha, distribui  laços azuis, alusivos à campanha, aos vereadores e servidores.

Fonte: CMC

Destacada revitalização da Linha Verde Sul e outras obras

SER7.jpeg

Dentre outras obras de revitalização asfáltica e sinalização viária da Prefeitura de Curitiba, vereadores destacaram, na sessão desta segunda-feira (6) da Câmara Municipal, o início da recuperação de trecho da Linha Verde Sul. As obras começaram nesta manhã, a partir do ponto em que a alça do Contorno Leste se encontra com a BR-476, no Pinheirinho. Segundo a Prefeitura de Curitiba, serão revitalizados 1.840 metros em cada sentido da rodovia, a um custo de R$ 1,9 milhão, com previsão de entrega dentro de 60 dias.

Em referência ao acidente entre dois veículos, em que cinco pessoas morreram carbonizadas e uma ficou ferida na BR-476, no Pinheirinho, na manhã desse domingo (5), Tico Kuzma (Pros) destacou que “Graças a Deus” os trabalhos começaram. “É uma obra esperada há muito tempo, que o prefeito e o vice conseguem realizar neste primeiro ano de gestão e que trará mais segurança a pedestres e motoristas que lá trafegam”, declarou Kuzma. O vereador acrescentou que os trabalhos devem ocorrer em período especial, das 9h às 16h, “para tentar diminuir o impacto que a obra ocasionará no trânsito”.

“É uma obra muito importante da cidade de Curitiba”, comentou o presidente do Legislativo, Serginho do Posto (PSDB). A recuperação do asfalto da Linha Verde Sul, avaliou Tito Zeglin (PDT), “chegou em boa hora”. “Esta obra em 2010 já era para ter acontecido. Porém, houve falta de vontade do prefeito da época. Agora o prefeito entendeu que é importante, que é inconcebível que o cidadão que entra na cidade passe por aquele trecho tão difícil”, acrescentou.

Winston Churchill
Ainda sobre a região sul da cidade, Kuzma disse ter se reunido com o então presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Reginaldo Reinert, e o administrador regional do Pinheirinho, João do Suco, para debater a melhoria da sinalização dos cruzamentos da avenida Winston Churchill com a rua Frei Teófilo, no bairro Capão Raso, e com a Santa Regina, no Novo Mundo. A “solicitação é antiga”, lembrou o vereador, e em outubro foi debatida na sessão plenária (leia mais).

“A prefeitura está tentando viabilizar recursos para a viabilização de um binário. Assim, enquanto não implanta, o compromisso é fazer adequações nesses retornos com sinalização e trazer mais tranquilidade aos motoristas que trafegam naquela região”, afirmou Kuzma. “Eduardo Pimentel, secretário de Obras [e vice-prefeito], recebeu das minhas mãos um abaixo-assinado, uma reivindicação dos moradores e comerciantes da avenida Winston Churchill. Eles pedem uma revitalização da avenida”, completou Tito Zeglin.

“Uma avenida importante que liga o terminal do Pinheirinho ao do Capão Raso”, disse o vereador, que alertou ao estado das pistas laterais. “Prefeitos e prefeitos fizeram campanha em cima do metrô que não saiu e que não vai sair”, continuou Zeglin. “A Francisco Raitani e a Otávio Saldanha Mazza serão revitalizadas, mas a Winston Churchil também merece, pois está intransitável em suas laterais.” Ele lembrou que a avenida só tem uma única fila de iluminação pública e que “na rua Nossa Senhora do Perpétuo Socorro tem antipó de 40 anos”.

Avenida das Torres
Helio Wirbiski (PPS) disse que o governador Beto Richa anunciará em cerimônia nesta quinta-feira (9), às 10 horas, o início das obras para a retirada  das torres e superpostes da avenida Comendador Franco, a avenida das Torres, que liga Curitiba a São José dos Pinhais. Realizado em parceria com a Copel, o projeto deve durar um ano e substituir a atual linha de energia por uma linha subterrânea.

Wirbiski falou que a reivindicação é “muito antiga”. A substituição das torres, defendeu ele, deve valorizar o Viaduto Estaiado, “que foi muito criticado, mas que não podemos destruí-lo. Foi dinheiro público, talvez mal investido, mas muitos estudantes [de Engenharia Civil e Arquitetura] vão lá”. O vereador também defendeu que o novo sistema prepara a avenida para a instalação de VLT ou outro modal de transporte.

Fonte: CMC

Confira os serviços municipais que abrem e fecham no feriado

Thumb-promocoes_feriado-de-finados.png

No feriado de Finados, algumas repartições e unidades da Prefeitura Municipal de Curitiba estarão fechadas ou terão alteração no horário de funcionamento.

A Prefeitura estará fechada de quinta-feira (2/11) a domingo (5/11).

Saiba o que abre e fecha no feriado.

REGIONAIS E RUAS DA CIDADANIA

Todos núcleos de Administração Regional, assim como as Ruas da Cidadania, estarão fechados de quinta-feira (2/11) a domingo (5/11).

TRANSPORTE E URBS

Urbs - A Urbanização de Curitiba S/A (Urbs) não terá expediente externo de quinta-feira (2/11) a domingo (5/11).

Ônibus - Na quinta-feira (2/11), o transporte coletivo funcionará com horário de domingo. Nos outros dias, os horários serão normais.

Shopping Popular/Capão Raso – Fechado quinta-feira (2/11) e domingo (5/11) e aberto no sexta-feira (3/11) e sábado (4/11).

Rua da Cidadania da Matriz/Mercado Central - Fechado quinta-feira (2/11) e domingo (5/11) e aberto no sexta-feira (3/11) e sábado (4/11).

Arcadas de São Francisco - Fechado quinta-feira (2/11) de  sexta-feira (3/11) a domingo (5/11).

AGÊNCIA CURITIBA

Espaço Empreendedor - Fechados de quinta-feira (2/11) a domingo (5/11).

EDUCAÇÃO

Escolas e creches municipais - Núcleos regionais de ensino, escolas, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e Centros Municipais de Atendimento Educacional Especializado (CMAEEs) ficam fechados nos dias 2 e 3 de novembro. No sábado (04/11) quatorze unidades farão a reposição de dia letivo. A organização deste dia é proposta pelos gestores de cada unidade e aprovada por seu Conselho de Escola. A relação das escolas com calendário de reposição pode ser consultada no site www.cidadedoconhecimento.org.br

O programa Comunidade Escola não terá programação de atividades para o próximo sábado (04/11).

Faróis do Saber - Fechados de quinta-feira (2/11) a domingo (5/11).

ATRATIVOS E ATENDIMENTO TURÍSTICOS

Zoológico de Curitiba

Aberto todos os dias, das 10h às 16h.

 

Museu de História Natural do Capão da Imbuia
Fechado na quinta-feira (2/11) e na sexta-feira (3/11). 

Funciona normalmente das 9h às 17h no sábado (4/11) e no domingo (05/11).

 

Jardim Botânico
Aberto todos os dias das 6h às 20h (horário de verão). O Jardim das Sensações funciona das 9h às 17h, com último acesso às 16h30. O Museu Botânico permanece fechado durante todo o feriado, mas o Salão de Exposições fica aberto com a exposição de quadros, plantas na pedra e pinturas ecológicas em camisetas, que pode ser visitada das 9h às 16h30.


Passeio Público
Aberto todos os dias, das 6h às 20h.


Bosque João Paulo II e Memorial Polonês
Aberto todos os dias.


Bosque Alemão e Casa Encantada
O bosque estará aberto normalmente. A Casa Encantada funcionará das 9h às 17h, com contação às 11h, 14h e 16h.

Bosque Zaninelli/Unilivre
Aberto todos os dias.


Parque São Lourenço
Aberto todos os dias.

Parque Tanguá
Aberto todos os dias.


Parque Tingui e Memorial Ucraniano 
O parque estará aberto todos os dias.


Parque Barigui
Aberto todos os dias.

 

Torre Panorâmica - Aberta de quinta (2/11) a domingo (5/11), das 10h às 19h. A venda de ingressos ocorre até 18h30, porém, em dias de grande movimento, os portões podem ser fechados antecipadamente para atender todo o público dentro do horário estabelecido.

 

Atendimento ao Turista - O Instituto Municipal de Turismo de Curitiba, no Centro Cívico, estará fechado de quinta (2/11) a domingo (5/11).

Horário de atendimento dos pontos de atendimento ao turista:

Centro de Atendimento ao Turista do Jardim Botânico - todos os dias, das 9h às 18h.

Posto de Atendimento ao Turismo Palacete Wolff - Centro Histórico - aberto no domingo das 9h às 14h.

Rodoferroviária - todos os dias, das 9h às 18h.

Aeroporto Afonso Pena - aberto de segunda a sexta-feira, das 7h às 23h, aos sábados e domingos, das 7h às 18h, e nos feriados, das 8h às 17h.

SAÚDE

Unidades Básicas de Saúde

Ficam fechadas

 

Caps

No dia 2 (quinta-feira), funcionam apenas os Caps 3, para os pacientes acolhidos nos leitos. No dia 3 (sexta-feira), o Caps Centro Vida (Vila Izabel) não abre. Todo os outros Caps funcionam normalmente.  

 

Hospital do Idoso Zilda Arns

Aberto 24 horas.

Maternidade Bairro Novo

Aberta 24 horas.

Unidades de Pronto Atendimento (UPAs)

Abertas 24 horas.

  • UPA Sítio Cercado: Rua Levi Buquera, 158, Sítio Cercado.
  • UPA Boa Vista: Avenida Paraná, 3.654, Boa Vista.
  • UPA Cajuru: Rua Engenheiro Benedito Mário da Silva, 555, Cajuru.
  • UPA Fazendinha: Rua Carlos Klemtz, 1.883, Fazendinha.
  • UPA Pinheirinho: Rua Leon Nicolas, 1.995, Pinheirinho.
  • UPA Boqueirão: Rua Professora Maria de Assumpção, 2,590, Boqueirão.
  • UPA Campo Comprido: Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, 3.495, Campo Comprido.
  • UPA Tatuquara: Rua Jornalista Emílio Zolá Florenzano, 835, Tatuquara.

 

UNIDADES DO ABASTECIMENTO

Mercado Municipal

Quinta-feira (2/11) – atendimento das 7h às 13h (praça de alimentação até às 15h). Sexta-feira (3/11) e sábado (4/11) – atendimento das 07h às 18h. Domingo (5/11) – atendimento das 7h às 13h (praça de alimentação até às 15h). Segunda-feira (6/11) – fechado.

Mercado Regional Cajuru

Quinta-feira (2/11) – atendimento das 08h às 14h. Sexta-feira (3/11) – atendimento das 08h às 19h. Sábado (4/11) – atendimento das 07h às 18h.

Domingo (5/11) – atendimento das 7h às 13h. Segunda-feira (6/11) – fechado.

 

Varejão Capão Raso

Quinta-feira (2/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) – atendimento das 9h às 18h;

Sábado (4/11) – atendimento das 9h às 18h. Domingo (5/11) – fechado. Segunda (6/11) – atendimento das 09h às 18h.

 

Restaurante Popular

Quinta-feira (2/11) a domingo (5/11) – fechado. Segunda-feira (6/11) – atendimento normal.

 

Armazém da Família

Quinta-feira (2/11) – fechado. Sexta (3/11) – atendimento das 8h45 às 17h15.

Sábado (4/11) – atendimento das 8h30 às 13h. Domingo (5/11) – fechado. Segunda (6/11) – fechado.

 

Feiras livres diurnas

Quinta-feira (2/11) a domingo (5/11) – atendimento normal. Segunda-feira (6/11) – não tem atendimento.

 

Feiras noturnas

Quinta-feira (2/11) e sexta-feira (3/11) – atendimento normal. Sábado (4/11) a segunda-feira (6/11)– não tem atendimento.

 

Feiras gastronômicas

Quinta-feira (2/11) a sábado (4/11) – atendimento normal. Domingo (5/11) a segunda-feira (6/11)– não tem atendimento.

 

Feiras orgânicas

Quinta-feira (2/11) – facultativo. Sexta-feira (3/11), domingo (5/11) a segunda-feira (6/11)– não tem atendimento. Sábado (4/11) – atendimento normal.

 

Programa Nossa Feira:

Quinta-feira (2/11) – facultativo. Sexta-feira (3/11) – atendimento normal. Sábado (4/11) e domingo (5/11) – não tem atendimento. Segunda-feira (6/11) – atendimento normal.

 

Sacolão da Família

Quinta-feira (2/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) – atendimento das 8h às 18h. Sábado (4/11) – atendimento das 8h às 14h. Domingo (5/11) e segunda-feira (6/11) – fechado.

- Sacolão Bairro Novo

Quinta-feira (2/11), domingo (5/11) e segunda-feira (6/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) – atendimento das 8h às 18h. Sábado (04) – atendimento das 8h às 14h.

- Sacolão Boa Vista

Quinta-feira (2/11) e domingo (5/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) – atendimento das 8h às 19h. Sábado (4/11) – atendimento das 8h às 17h. Segunda-feira (6/11) – atendimento das 8h às 19h.

- Sacolão Boqueirão

Quinta-feira (2/11) e domingo (5/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) – atendimento das 8h30 às 20h. Sábado (4/11) – atendimento das 8h30 às 18h. Segunda-feira (6/11) – atendimento das 9h às 20h.

- Sacolão Caiuá

Quinta-feira (2/11), domingo (5/11) e segunda-feira (6/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) – atendimento das 9h às 17h. Sábado (4/11) – atendimento das 9h às 13h.

- Sacolão Carmo

Quinta-feira (2/11) e domingo (5/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) – atendimento das 9h às 19h. Sábado (4/11) – atendimento das 9h às 15h. Segunda-feira (6/11) – atendimento das 9h às 19h.

- Sacolão Fazendinha

Quinta-feira (2/11) e domingo (5/11) – fechado. Sexta-feira (3/11), sábado (4/11) e segunda-feira (6/11)   – atendimento das 9h às 20h15.

- Sacolão Jardim Paranaense

Quinta-feira (2/11) e domingo (5/11) – fechado. Sexta-feira (3/11), sábado (4/11) e segunda-feira (6/11) – atendimento das 9h às 20h15.

- Sacolão Monteiro Lobato

Quinta-feira (2/11), domingo (5/11) e segunda-feira (6/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) e sábado (4/11) – atendimento das 9h às 20h15.

- Sacolão Osternack

Quinta-feira (2/11), domingo (5/11) e segunda-feira (6/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) – atendimento das 8h às 18h. Sábado (4/11) – atendimento das 8h às 14h.

- Sacolão Pinheirinho

Quinta-feira (2/11) e domingo (5/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) e segunda-feira (6/11) – atendimento das 9h às 20h30. Sábado (4/11) - atendimento das 9h às 20h.

- Sacolão Santa Cândida

Quinta-feira (2/11) e domingo (5/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) e segunda-feira (6/11) – atendimento das 8h às 20h30. Sábado (4/11) - atendimento das 8h às 14h.

- Sacolão Santa Efigênia

Quinta-feira (2/11) e domingo (5/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) e segunda-feira (6/11) – atendimento das 8h às 17h30. Sábado (4/11) - atendimento das 8h às 13h30.

- Sacolão Santa Felicidade

Quinta-feira (2/11) e domingo (5/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) – atendimento das 9h15 às 19h. Sábado (4/11) e segunda-feira (6/11) - atendimento das 9h às 17h30.

- Sacolão Vila Oficinas

Quinta-feira (2/11), domingo (5/11) e segunda-feira (6/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) – atendimento das 8h às 18h. Sábado (4/11) - atendimento das 8h às 14h.

- Sacolão Vila Sandra

Quinta-feira (2/11) e domingo (5/11) – fechado. Sexta-feira (3/11) e segunda-feira (6/11) – atendimento das 9h às 19h45. Sábado (4/11) – atendimento das 9h às 18h45.

PROCURADORIA GERAL DO MUNICÍPIO

Fechada de quinta-feira (2/11) a domingo (5/11).

ESPAÇOS CULTURAIS

 

PORTÃO CULTURAL

(Av. República Argentina, 3430, Terminal do Portão – Portão)

- MuMA

Horário de funcionamento normal durante o feriado – das 10h às 19h

- Auditório Antonio Carlos Kraide – sem programação agendada

- Cine Guarani

As sessões de cinema terão funcionamento normal. A programação está disponível no site: fundacaoculturaldecuritiba.com.br

 

CINEMATECA DE CURITIBA

(Rua Carlos Cavalcanti, 1.174, São Francisco)

As sessões de cinema terão funcionamento normal. A programação está disponível no site: fundacaoculturaldecuritiba.com.br

 

CASA HOFFMANN - sem programação agendada

(Rua Claudino dos Santos, 58, Largo da Ordem)

Dia 2 e 4 de Novembro – sem programação

Dia 3 de Novembro - Oficina De Percussão Sacra Afrobrasileira, das 17h às 21h. Inscrições no e-mail: humaitacentrocultural@gmail.com. Ingressos gratuitos.

Dia 5 de Novembro - Improviso: Danças Tradicionais Brasileiras, das 11h às 13h. Entrada gratuita.

 

CASA DA MEMÓRIA

(Rua São Francisco, 319 – São Francisco)

02/11 (quinta-feira) e 03/11 (sexta-feira) – fechada

Sábado e Domingo – não abre

 

SOLAR DO BARÃO

(Rua Carlos Cavalcanti, 533, Centro)

- Museu da Gravura Cidade de Curitiba

Dia 2 de Novembro – fechado

De 3 a 5 de Novembro, das 12h às 18h.

- Museu da Fotografia de Curitiba

Dia 2 de Novembro – fechado

De 3 a 5 de Novembro, das 12h às 18h.

- Gibiteca de Curitiba

Dia 2 de Novembro – fechada

Dia 3 e 4 de Novembro, das 12h às 18h.

Dia 5 de novembro (domingo) – não abre.

 

MEMORIAL DE CURITIBA

(Rua Claudino dos Santos, 79 – São Francisco)

Dia 2 e 3 de Novembro - fechado

Dia 4 e 5 de Novembro - “Feira Especial do Mês da Consciência Negra”, das 9h às 18h. Entrada gratuita.

Dia 5 de Novembro - Apresentação dos Corais Vozes de Angola e Ottava Bassa, das 11h às 12h. Entrada gratuita.

MEMORIAL DA IMIGRAÇÃO POLONESA

(Bosque do Papa, Rua Mateus Leme)

Funcionamento normal (09h às 18h)

MEMORIAL UCRANIANO

(Rua Dr. Mba de Ferrante – Parque Tingui)

Funcionamento normal (10h às 18h)

TEATRO CLEON JACQUES – sem programação agendada

(Av. Mateus Leme, 4700 – São Lourenço)

TEATRO UNIVERSITÁRIO DE CURITIBA – TUC – Sem programação agendada.

(Galeria Júlio Moreira, Setor Histórico)

TEATRO NOVELAS CURITIBANAS

(Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1222, São Francisco)

Apresentação do espetáculo “Tutorial” de sexta-feira a domingo, às 20h. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). Mais informações em: fundacaoculturaldecuritiba.com.br.

TEATRO DO PIÁ – Sem programação agendada.

(Praça Garibaldi, 7, Palacete Wolf, São Francisco)

CONSERVATÓRIO DE MPB

(Rua Mateus Leme, 66, Largo da Ordem – São Francisco)

A tradicional Roda de Samba não será apresentada devido ao feriado de Finados.

CAPELA SANTA MARIA – Sem programação agendada.

(Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro)

CASAS DA LEITURA E BONDINHO

02/11 e 03/11 (quinta e sexta-feira) - Todas as Casas da Leitura, Bondinho da Leitura, Solar dos Guimarães e Feira do Poeta estarão fechados.

04/11 (sábado)

Bondinho da Leitura - 10h às 14h

Casa da Leitura Augusto Stresser (no CCC) - 11h às 16h

Casa da Leitura Hilda Hilst (R. Cidadania Cajuru) - 11h às 15h

Casa da Leitura Miguel de Cervantes (Praça Espanha) - 10h às 14h

Casa da Leitura Wilson Bueno (Portão Cultural) - 10h às 19h

*Os demais espaços permanecerão fechados.

05/11 (domingo) - Feira do Poeta - 9h às 14h

LIMPEZA PÚBLICA

Quinta-feira (2/11) – Haverá coleta domiciliar nos períodos diurno e noturno na região Central e seletiva onde a frequência é de apenas uma vez por semana. A varrição manual trabalha em esquema de domingo, haverá limpeza de feiras livres, mas os demais serviços não funcionam.

Sexta-feira (3/11), sábado (4/11) e domingo (5/11) – serviços normais.

Fonte: PMC

Bom Negócio oferece apoio ao empreendedor em aulas gratuitas

00211154.jpg

Com o objetivo de capacitar os empreendedores de Curitiba, o programa Bom Negócio está com as inscrições abertas até o dia 10 de novembro. Os participantes do programa terão aulas com profissionais especializados sobre Gestão de Negócios, Gestão Comercial, Gestão Financeira e Gestão Estratégica e de Pessoas. O programa conta com a maioria das aulas no sistema online, com o auxílio de um portal virtual de fácil navegação e intuitivo, o que facilita os estudos e o acesso aos participantes, que podem estudar de casa em horários alternativos.

O Bom Negócio foi criado em 2005 e já formou mais de 13 mil empreendedores. A iniciativa havia sido abandonada em 2012, sendo retomado pela atual gestão. São quatro semanas de curso e dois encontros presenciais semanais no período da noite, para interação com os professores e demais participantes do curso. “O Bom Negócio é uma ótima opção para quem aprimorar o abrir um negócio. O novo formato, com aulas online e presenciais à noite, facilita e flexibiliza o aprendizado”, comenta Patrícia Betenheuser, coordenadora do programa.

Quem quiser participar do programa precisa se inscrever no link: www.agenciacuritiba.com.br/bom-negocio-curitiba.

A aula inaugural será dia 17 de novembro no Engenho da Inovação (Rua Engenheiros Rebouças, 1.732, 2º andar) às 19h30 e a primeira aula presencial começa no dia 20 de novembro, no auditório da Rua da Cidadania da Fazendinha (Rua Carlos Klemtz, 1.700, Fazendinha) às 19h.

Outras informações: 

E-mail: bomnegocio@agenciacuritiba.com.br

Telefone: (41) 3213 -7542.

Fonte: PMC

Câmara é convidada para abertura de congresso dos procuradores

lççl.jpeg

O delegado estadual da Associação Nacional dos Procuradores Municipais (ANPM) e coordenador geral do XIV Congresso Brasileiro de Procuradores Municipais, Miguel Kalabaide,  veio à Câmara Municipal de Curitiba, em nome de Carlos Mourão, presidente da entidade, convidar todos os vereadores para a abertura do evento, que ocorrerá no dia 21 deste mês, às 18h30, na Ópera de Arame. 

Ele esteve, nesta terça-feira (31), no gabinete da Presidência acompanhado do presidente da ANPM, Heliomar Dutra. Eles foram foram recebidos pelo presidente da Câmara, Serginho do Posto (PSDB), além dos secretários da Mesa: Bruno Pessuti (PSD), Mauro Ignácio (PSB), Julieta Reis (DEM) e Cristiano Santos (PV).

A cerimônia de abertura do congresso contará a presença do prefeito Rafael Greca, e do presidente Tribunal de Justiça do Paraná, Renato Braga Bettega, além de outras autoridades. Na mesma noite haverá uma palestra do arquiteto, ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Paraná, Jaime Lerner, com o tema Soluções Urbanísticas em Época de Crise. Na sequência, o juiz Sergio Moro falará sobre a ação preventiva no combate à corrupção.

A programação continua no dia seguinte no Hotel Bourbon e vai até 24 de novembro. Os assuntos serão variados, dentre eles o tema urbanismo e meio ambiente; licitações e contratos administrativos; e tributos municipais, repasses constitucionais e orçamento. As informações estão disponíveis no site: cbpm.anpm.com.br.

Fonte: CMC

Presença

Presença
O presidente da Câmara de Curitiba, Serginho do Posto (PSDB), registrou a presença em plenário dos vereadores Thiago Feitosa (PSC), presidente da Câmara de Tunas do Paraná, e Aline Zandonai (PSL), também vereadora na cidade. Os parlamentares acompanharam parte da sessão e foram convidados a compor a Mesa Diretora dos trabalhos.